descobertas

Descoberto monumento enorme e mais antigo que as pirâmides egípcias e Stonehenge

Por: HISTORY Brasil

A surpresa no mundo da ciência é enorme, quase tão grande quanto a estrutura em forma de meia-lua recém-descoberta em Israel, a 13 km do mar da Galileia. É que essa construção de pedra de 150 metros de comprimento e 14 mil metros cúbicos de volume é muito mais antiga, segundo as primeiras análises, que outros monumentos clássicos que dominam o imaginário habitual do mundo ancestral, como o misterioso Stonehenge e as pirâmides do Egito.

Os pesquisadores estimam que esse monumento, que permaneceu oculto por séculos, teria sido construído entre 3050 a.C. e 2650 a.C., ou seja, há mais de 5 mil anos. A princípio, os especialistas pensaram que poderia se tratar de uma muralha protetora de alguma cidade, porém, logo compreenderam que era um monumento projetado para demarcar linhas divisórias de um terreno. Sua forma de meia-lua seria uma invocação a Sin, ou Zuen, divindade masculina da Lua na mitologia mesopotâmica.



Foram encontrados restos de 150 metros de comprimento, 20 metros de largura e pouco mais de 2 metros de altura. Os cálculos aproximados de sua construção não deixam nada a dever às pirâmides egípcias: teria levado entre 35 e 50 mil dias, com 200 trabalhadores permanentes.

Fonte e imagens: La Tercera, 20 Minutos e El País