IMPÉRIO ROMANO

Incrível descoberta da "Mona Lisa do Império Romano" surpreende pesquisadores

Um grupo de pesquisadores encontrou no distrito de Kadirli (onde ficava a antiga cidade romana de Flaviópolis), na Turquia, um mosaico representando o rosto de uma mulher. Devido à postura e à aparência da figura retratada, ela foi chamada de “Mona Lisa da Antiguidade” pelo arqueólogo Ümit Kayışoğlu, responsável pela descoberta. A imagem foi criada 1500 anos antes de Leonardo da Vinci pintar a sua obra-prima.

A vila romana que abriga essa "antepassada" da Mona Lisa foi construída entre os séculos I e II d.C. Suas ruínas foram encontradas em 2015 durante obras de construção civil. Segundo os arqueólogos, esta é a única representação de uma figura humana da antiguidade a ser encontrada na região.

O mosaico que retrata a mulher decorava o pavimento da vila. Os pesquisadores acreditam que a imagem pode representar a dona da propriedade ou a esposa do possível dono.

A cidade de Kadirli, onde a vila foi encontrada, fica na província turca de Osmaniye. No passado, a região foi uma importante rota comercial entre o Oriente Médio e a Anatólia (porção asiática da Turquia). Pouco se sabe sobre a época romana na qual Kadirli se chamava Flaviópolis (alguns historiadores acreditam que o nome foi uma homenagem ao imperador Vespasiano, da dinastia flaviana). Por isso, a descoberta das ruínas e do mosaico poderá ajudar a desvendar esse período obscuro.

De acordo com os historiadores, Leonardo Da Vinci pintou a Mona Lisa, sua obra-prima renascentista, em algum momento entre 1503 e 1517, enquanto trabalhava em Florença e depois na França. Além desses detalhes vagos, as origens da pintura permanecem envoltas em mistério. Alguns acreditam que Leonardo criou mais de uma versão da pintura.

Nem mesmo a identidade da modelo que posou para o quadro é conhecida. As teorias variam: ela poderia ser a princesa Isabella de Nápoles, uma cortesã anônima, a mãe do artista ou até mesmo seu assistente (e possível amante), Gian Giacomo Caprotti, mais conhecido como Salaí.


Fonte: El Español 

Imagens: Wikimedia Commons e Divulgação