PENTÁGONO

A incrível pílula antienvelhecimento desenvolvida pelo Pentágono

Ela seria capaz de conter inflamações, retardar a neurodegeneração, rejuvenescer as células e acelerar a cicatrização
Por: HISTORY Brasil

O grupo de operações especiais do Pentágono (SOCOM) está desenvolvendo uma nova pílula antienvelhecimento. Ela seria capaz de conter inflamações, retardar a neurodegeneração, rejuvenescer as células e acelerar a cicatrização. Tim Hawkins, comandante do exército, afirmou que os testes começarão em 2022, após os ensaios pré-clínicos e estudos de medição de doses.

Melhoria do desempenho humano

Ainda não se conhecem detalhes do funcionamento dessa revolucionária invenção, mas os militares norte-americanos acreditam que esse grande plano do Pentágono conseguirá “aumentar o rendimento humano”. A pílula está sendo desenvolvida em conjunto com o laboratório particular de biotecnologia Metro International Biochem. A única coisa que se sabe no momento é que o medicamento aumentaria os níveis de um composto chamado nicotinamida adenina dinucleotídeo (NAD +), que converte alimentos em energia.



Estudos anteriores mostraram que o aumento dos níveis de NAD + pode estender a expectativa de vida de ratos. "Essencialmente, estamos trabalhando com parceiros líderes da indústria e instituições de pesquisa clínica para desenvolver um nutracêutico, na forma de uma pílula adequada para uma variedade de usos por civis e militares, cujos benefícios podem incluir a melhoria do desempenho humano - como o aumento de resistência e a recuperação mais rápida de lesões", disse Hawkins.

Nutracêuticos são compostos bioativos que podem ser usados para suprir as necessidades do organismo, podendo ser encontrada em uma única cápsula. Alguns dos nutracêuticos mais comuns são o ômega-3, vitaminas, minerais e as fibras. A diretora de Ciência e Tecnologia do SOCOM, Lisa Sanders, acrescentou que o projeto não tem como finalidade o desenvolvimento de capacidades super-humanas, mas sim fazer com que as pessoas fiquem mais saudáveis.



VER MAIS


Fonte: Daily Mail

Imagens: iStock