IMPÉRIO ROMANO

Inteligência Artificial consegue recriar rostos dos imperadores romanos

O desenhista Daniel Voshart, que mora em Toronto, usou programas de inteligência artificial para criar ilustrações hiper-realistas dos rostos dos principais imperadores romanos que governaram entre 27 a.C. e 285 d.C. O artista baseou seu trabalho em mais de 800 fontes históricas, como bustos clássicos, moedas e textos descritivos.

Voshart conseguiu formar uma espécie de face "média" a partir dos dados inseridos, utilizando o programa "Artbreeder". Em seguida, ele aplicou um processo de refinamento para dar cor, textura e outros detalhes para conseguir uma estética mais realista e dar "vida" aos rostos. O artista esclareceu que seu projeto não pretende oferecer retratos definitivos de como esses autocratas realmente eram, mas sim proporcionar uma outra visão sobre eles.

Durante o processo artístico, Voshart cometeu alguns erros que o obrigaram a publicar novas versões para corrigir alguns detalhes. Um deles foi observado pelo historiador italiano Davide Cocci, que o alertou que uma das fontes utilizadas pelo artista era uma rede neonazista que tende a atribuir erroneamente cabelos loiros e olhos claros aos imperadores.  

Por outro lado, ele também levou em consideração que os artistas responsáveis pelos bustos poderiam ter "embelezado" as obras como forma de elogiar as autoridades, prática que acontece até hoje. Por isso, ele deu mais peso às criações com maior acabamento e com características “menos favoráveis”, visto que seriam mais verossímeis.

Confira abaixo algumas imagens produzidas durante o projeto:

Marco Aurélio

Tibério

Calígula

Augusto

Nero

Tito


Fonte: infobae.com

Imagens: voshart.com/Reprodução