nazistas

Máquina de criptografia nazista Enigma é encontrada por mergulhadores no Mar Báltico

Por: HISTORY Brasil

Mergulhadores encontraram uma máquina de criptografia Enigma, usada por nazistas, no fundo do Mar Báltico. O equipamento era utilizado para transmitir mensagens em código de modo que os Aliados não pudessem decifrá-las. A descoberta aconteceu na Baía de Gelting, no norte da Alemanha, durante uma ação para retirar redes de pesca abandonadas que ameaçavam a vida marinha. 

Inicialmente os mergulhadores acreditavam que o equipamento era uma máquina de escrever enrolada em uma rede, mas eles se surpreenderam ao perceber que haviam encontrado algo de grande valor histórico. "Fiz muitas descobertas emocionantes e estranhas nos últimos 20 anos. Mas nunca imaginei que um dia encontraríamos uma das lendárias máquinas Enigma", disse o arqueólogo subaquático Florian Huber, que participou da operação.



Os militares nazistas usavam as máquinas para enviar e receber mensagens secretas durante a Segunda Guerra Mundial. Criptógrafos britânicos, liderados pelo matemático Alan Turing, decifraram o código, ajudando os Aliados a obter vantagem na batalha naval para controlar o Atlântico. Ao desvendar o código, eles ajudaram a encurtar a guerra, salvando milhares de vidas.



Pouco antes da rendição da Alemanha em maio de 1945, as tripulações de cerca de 50 submarinos nazistas receberam ordens para afundar as próprias embarcações em Gelting Bay, perto da fronteira dinamarquesa, para evitar entregá-los aos Aliados. Destruir os equipamentos de criptografia era um dos objetivos da missão. Hubner acredita que a Enigma encontrada agora tenha sido lançada ao mar naquela ocasião. 

Apenas algumas centenas dessas máquinas sobreviveram à Segunda Guerra. Em leilões, elas chegam a ser vendidas por milhares de euros. A Enigma encontrada no Mar Báltico será doada ao museu de Schleswig.


Fontes: express.co.uk e Daily Mail

Imagem: Lenscap Photography / Shutterstock.com