MAIAS

Revelados incríveis detalhes sobre as pirâmides maias descobertas recentemente no México

O México abriga ao menos 80 pirâmides impressionantes construídas pelos maias. Entre 2019 e 2020, seis delas foram descobertas em 5 diferentes localidades de Yucatán.  Até agora não haviam sido divulgadas muitas informações a respeito das estruturas, mas o Instituto Nacional de Antropologia e História (INAH) começou a revelar detalhes sobre elas. 

Quatro das pirâmides ainda permanecem ocultas na floresta e não há informações precisas e oficiais sobre elas.  A respeito das duas outras duas, sabe-se que uma é conhecida como “Chaltún Ha”, e tem quase oito metros de altura e 100 de largura. Ela está localizada no município de Izamal, ao nordeste de Chichen Itza. Chaltún é uma estrutura de três metros de altura com três construções; duas de menor tamanho, localizadas nos lados leste e oeste, e a estrutura principal tem seis metros de altura, estando localizada no lado sul.

A outra pirâmide descoberta foi chamada de “Kulubá”, e está localizada no sudeste do município de Tizimín. Kulubá é uma enorme construção de 55 metros de comprimento por 15 metros de largura e 6 metros de altura, cujas características indicam que ela foi construída entre 600 e 1050 d.C. O INAH havia confirmado a existência dessa pirâmide em dezembro de 2019, por meio de um comunicado à imprensa. Em algumas das pirâmides foram encontrados restos humanos, vestígios de cerâmica, além de objetos que pertenciam a membros da elite dos maias. 

Apesar de não haver muitas informações a respeito das outras quatro pirâmides, sabe-se que são menores que as de Chaltún Ha e Kulubá. Atualmente, o Instituto Nacional de Antropologia e História (INAH) trabalha na execução de um programa para proteger as seis estruturas. O objetivo é impedir que elas sejam destruídas, saqueadas ou danificadas pelas condições climáticas. 


Fonte: GQ e Televisa

Imagens: Shutterstock.com e INAH