ESPAÇO

Zumbido espacial captado pela sonda Voyager pode ajudar a procurar vida extraterrestre

O ruído tem origem em gases interestelares (ou ondas de plasma)
Por: HISTORY Brasil

A sonda espacial Voyager 1 foi lançada no espaço em 1977 com o objetivo de estudar Saturno e Júpiter. Agora, o equipamento detectou um "zumbido persistente" além do nosso sistema solar. Segundo especialistas, a descoberta pode ajudar na busca por vida extraterrestre. 

Busca por vida extraterrestre

A pesquisa, de autoria de cientistas da Universidade Cornell, nos Estados Unidos. De acordo com os cientistas, o zumbido captado pela Voyager 1 é originário de gases interestelares (ou ondas de plasma). Seu estudo permitirá coletar novas informações sobre a heliosfera, espécie de "casulo" que abriga o sistema solar. Ouça abaixo o zumbido:



"Estamos detectando o zumbido fraco e persistente do gás interestelar", disse Stella Koch Ocker, uma das autoras do estudo. Segundo ela, a pesquisa oferece aos cientistas um meio de entender como o meio interestelar interage com o vento solar e como a bolha protetora da heliosfera do sistema solar é moldada por esse ambiente.



Merav Opher, pesquisadora da Universidade de Boston e membro do Projeto Voyager, explica que o zumbido pode revelar informações preciosas sobre o meio interestelar. Segundo ela, esses dados poderão ser úteis para a busca por vida fora da Terra. "Quando tentamos descobrir outros mundos habitáveis lá fora, gostaríamos de entender que tipo de propriedades dos 'casulos' deveríamos procurar. Estamos tentando compreender como o 'casulo' afeta o meio além dele, e quais propriedades deve ter para que a vida floresça", afirmou em entrevista ao Boston Globe.

VER MAIS:


Fontes: Boston Globe e Universidade Cornell

Imagens: NASA/JPL e Istock.com