Início

Assombrosa oferenda asteca feita após a conquista espanhola é encontrada no México

Vestígios de ritual que marcou o fim do Império foram descobertos em ruínas pré-hispânicas
Por History Channel Brasil em 06 de Dezembro de 2021 às 21:20
Assombrosa oferenda asteca feita após a conquista espanhola é encontrada no México-0

Arqueólogos mexicanos encontraram uma assombrosa oferenda nas ruínas de uma casa pré-hispânica na Cidade do México. Segundo o Instituto Nacional de Antropologia e História (INAH), o altar possivelmente remonta a algum período após a conquista de Tenochtitlan (a capital do Império Asteca) em 1521 pelas tropas espanholas de Hernán Cortés. Os pesquisadores acreditam que o ritual foi feito por nativos com o objetivo de “dar testemunho que assim terminava um ciclo de suas vidas e de sua civilização”.

Fim do Império Asteca

Segundo o INAH,  o local onde o altar foi descoberto foi a moradia de uma família mexica (indígenas que viviam no Vale do México) que sobreviveu à invasão espanhola. “Entre cantos e odor de copal, os moradores dispuseram no pátio uma oferenda com múltiplos elementos, entre os quais se destacam um pote com restos de ossos e 13 incensários policromados de quase um metro de comprimento, usados para queimar resina”, disseram os pesquisadores em um comunicado.

Oferenda asteca encontrada no México



A equipe de arqueólogos, liderada por Mara Abigaíl Becerra Amezcua, desenterrou a oferenda que se encontrava sepultada a mais de quatro metros de profundidade, nas imediações da Praça Garibaldi. Ali, os pesquisadores notaram os muros de uma residência mexica, que pertenceu ao assentamento pré-hispânico de Tezcatzonco.

Oferenda asteca encontrada no México

“Ela estava coberta com várias camadas de adobe bem consolidadas para mantê-la fora de olhares alheios, indicativo do templo dos mexicas que permaneceram em Tenochtitlan, após a tomada da cidade por Hernán Cortés”, disseram os especialistas. 

A arqueóloga Mara Abigaíl Becerra Amezcua chefiou o trabalho de pesquisa
A arqueóloga Mara Abigaíl Becerra Amezcua chefiou o trabalho de pesquisa

Ali, em uma casa de cinco quartos e uma cozinha, foi realizada a oferenda. Segundo os arqueólogos, o ritual foi motivados pelo que eles entenderam como o fim do Império.  Apesar de os especialistas não terem mais detalhes, acredita-se que a cerimônia pode ter sido celebrada entre os anos de 1521 e 1610. 

Fontes
BBC e Sputnik
Imagens
INAH/Divulgação