Início

Ruínas de igrejas cristãs milenares são encontradas em deserto no Egito

As três igrejas cristãs no Egito podem ter sido construídas entre os séculos IV e VII

Arqueólogos encontraram as ruínas de três antigas igrejas cristãs em Bahariyya, no Deserto Ocidental do Egito. Os templos faziam parte de um complexo que também abrigava alojamentos usados para a habitação de monges. Acredita-se que as edificações podem ter sido construídas entre os séculos IV e VII.

As estruturas são feitas de  tijolo de barro, pedra basáltica e rocha esculpida. Segundo o arqueólogo Osama Talaat, inscrições dos cristãos coptas foram encontradas nos templos e alojamentos. Sediada no Egito, a Igreja Copta Ortodoxa de Alexandria teria sido fundada por São Marcos, o apóstolo e evangelista, em meados do século I. Devido a disputas a respeito da natureza de Cristo, ela se separou do resto da cristandade após o Concílio de Calcedônia, em 451, resultando em uma rivalidade com a Igreja Ortodoxa Bizantina.

Ruínas de igrejas cristãs milenares são encontradas em deserto no Egito - 1

Igrejas cristãs no Egito

Esta foi a terceira etapa dos trabalhos de escavação na região. No ano passado, os arqueólogos já haviam encontrado uma sala de jantar e 19 câmaras esculpidas em rocha ligadas a uma igreja. Em suas paredes foram identificadas inscrições em tinta amarela que incluíam trechos da Bíblia em grego. 

Ruínas de igrejas cristãs milenares são encontradas em deserto no Egito - 2

Segundo o Instituto Francês de Arqueologia Oriental (IFAO), responsável pela missão, o local foi ocupado entre os séculos IV e VIII, com provável pico de atividade por volta dos séculos V e VI. As descobertas oferecem novas informações a respeito da formação das primeiras comunidades monásticas da igreja cristã do Egito. 

Ruínas de igrejas cristãs milenares são encontradas em deserto no Egito - 3

VER MAIS: 


Fontes: Live Science e Times of Israel

Imagens: Ministério das Antiguidades do Egito/Divulgação