ARQUEOLOGIA

Esqueletos enterrados na Transilvânia com urnas misteriosas intrigam pesquisadores

Restos mortais foram sepultados em circunstâncias estranhas há cerca de seis mil anos
Por: HISTORY Brasil

Pesquisadores ficaram intrigados ao encontrar esqueletos enterrados há cerca de seis mil anos na Transilvânia, região da Romênia. Os corpos foram enterrados junto com urnas misteriosas, posicionadas perto de suas cabeças ou pés. Acredita-se que os recipientes continham algum tipo de oferenda.

Urnas poderiam conter oferendas

Os esqueletos foram encontrados em Cluj-Napoca, capital da Transilvânia, durante uma escavação que antecedeu as obras de um projeto de construção civil. Agora, os arqueólogos querem saber o que exatamente havia nas urnas. Os pesquisadores especulam que elas poderiam conter comidas ou bebidas, para que os mortos pudessem se alimentar no além-túmulo.



Segundo os arqueólogos, as sepulturas encontradas pertencem a dois períodos distintos. Os restos mortais mais antigos correspondem ao Neolítico (ou nova Idade da Pedra) e têm cerca de seis mil anos. Os mais recentes contêm esqueletos de habitantes de um assentamento celta que havia no local há aproximadamente 2.200 anos.

"A história deles deve ser contada e revelada por meio dessas escavações", disse Paul Pupeză, arqueólogo do Museu Nacional de História da Transilvânia. "Ao aprender mais sobre eles, saberemos mais sobre nós mesmos", afirmou o pesquisador. "Somos os primeiros a colocar as mãos nesses fragmentos, depois de milhares de anos", completou.



VER MAIS


Fonte: Live Science

Imagem: Museu Nacional de História da Transilvânia/Reprodução, via Gherla Info